sexta-feira, 27 de maio de 2011

ES: Pai bate em filho ao ver briga em escola

Uma cena de agressão entre um pai e um filho deixou alunos e outros pais assustados numa escola estadual de Serra Dourada II, na Serra. O menino de 8 anos tomou duas chineladas do pai na frente dos colegas, ao ser flagrado brigando com outra criança. Mas o ato desequilibrado do pai, no entanto, esconde, segundo a família, um histórico de agressões vivido pelo menino. De tanto ser vítima na escola, ele acabou tornando-se agressor.

Após vários incidentes envolvendo a criança, a família teve que assinar um termo, se comprometendo em acompanhar a rotina do filho na escola. E foi justamente numa dessas visitas que o pai teria perdido a cabeça. "Pedi às crianças para não brincarem, não brigarem mais com o meu filho. Peço desculpas pelo o que fiz, mas agi em um momento de desespero", disse o pai. Até a polícia foi chamada no colégio.

O representante comercial de 42 anos disse ainda que foram inúmeras as conversas com a direção do colégio na tentativa de solucionar o caso. Além de insultos e agressões físicas, o menino contou que era obrigado pelos colegas a pagar R$ 10,00 por dia para não apanhar. "Deixei de trabalhar para acompanhar meu filho na escola. Antes de ser o indisciplinado, ele era o cabelo de porco espinho. Muitas vezes ele chegou em casa chorando, dizendo que havia sido xingado, chamado de gordo", disse a mãe, de 33 anos. 

Leia mais em Criança estaria reagido a agressões de colegas; segundo família, ela pagava R$ 10,00 por dia para não apanhar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário