segunda-feira, 26 de setembro de 2011

ES: Homem descontrolado agride mulher grávida dentro de ônibus em Vila Velha


Reprodução TV Vitória

Duas mulheres foram agredidas dentro de um ônibus do Sistema Transcol na manhã desta segunda-feira (26), em Vila Velha. Uma das vítimas está grávida e foi agredida quando tentava defender a irmã que estava incomodada com o comportamento de um passageiro.

As irmãs seguiam para o trabalho com duas colegas quando o homem de 51 anos começou a encostar nelas. "Eu pedi para ele parar de me olhar porque já estava me incomodando. Perguntei se não tinha como ele olhar para outro lado e ele disse: 'Não. Se você não quiser que eu te olhe, anda de carro'. Ele começou a me xingar e veio pra cima de mim. Como eu estava no degrau de cima e ele no de baixo, eu comecei a chutá-lo quando ele veio para me bater. Minha irmã foi me defender e ele bateu nela também”, contou uma das vítimas que não quis ser identificada.

A secretária, que está grávida de cinco meses do primeiro filho, ficou com uma das unhas ferida e com a calça desfiada. “Ele começou a me agredir, começou a me dar um monte de chutes na barriga. Tive medo de perder meu filho", disse a vítima.

O ônibus da linha 525 seguia do Terminal de Itacibá, em Cariacica, para o Terminal de Vila Velha. Segundo testemunhas, a única pessoa que se dispôs a socorrer as vítimas foi o motorista. Ao passar pela Avenida Carlos Lindemberg, na Glória, ele acenou para os policiais do DPJ, que entraram no veículo e tiveram muito trabalho para conter os ânimos do agressor.
 
"Pensamos que fosse um assalto. Fomos lá e o elemento se encontrava no degrau do ônibus, de costas para a porta, estava agarrado naqueles ferros e chutando as mulheres. A gente tentava separar, mas ele não obedecia a ordem de descida do ônibus. Tivemos que segurá-lo pela cintura e puxá-lo com força. Foram três homens para fazer isso. Não queria se dirigir à delegacia e nós tivemos que algemá-lo e levá-lo", contou o investigador da Polícia Civil Renato Pinto.

Benedito Moreira Feliciano foi levado para o DPJ de Vila Velha e, de acordo com o delegado Mário Brocco, ele tem um mandado de prisão em aberto por homicídio. O acusado negou os crimes. "Eu não tenho nada a dever, não fiz nada de errado. Estou sendo injustiçado", alegou Benedito.

O delegado disse por quais crimes o acusado vai responder. "Ele vai responder um termo circunstanciado por lesão corporal e importunação ofensiva ao pudor porque de acordo com duas vítimas, ele estava bulinando, roçando nas passageiras", afirmou Mário Brocco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário